Logo Biosana's Serviços de Saúde

Telefone Biosana's Serviços de Saúde
(11) 5904 1199

BLOG

Doador de medula óssea eu posso ser?
Doador de medula óssea eu posso ser?
Doador de medula óssea eu posso ser?

Para se tornar um doador de medula óssea é necessário:

- Ter entre 18 e 55 anos de idade
- Estar em bom estado de saúde
- Não ter doença infecciosa transmissível pelo sangue (como infecção pelo HIV ou hepatite)
– Não apresentar história de doença neoplásica (câncer), hematológica ou autoimune (como lúpus eritematoso sistêmico e artrite reumatoide).

Na medula óssea são produzidas todas as células do sangue, pessoas com deficiência na produção de células do sangue ou com câncer hematológico podem precisar de um transplante de medula óssea para ser curada. 

O doador pode ser um familiar ou pessoas desconhecidas que sejam saudáveis e compatíveis, basta ir a um hemocentro e se cadastrar no banco de doadores da plataforma REDOME.

Para se cadastrar no banco de doadores de medula óssea você deve ter entre 18 e 55 anos de idade e estar em bom estado geral de saúde, as pessoas jovens e do sexo masculino são as que os médicos transplantadores tem maior preferência devido a uma série de fatores biológicos que irá estimular o receptor a produzir células do sangue.

O cadastro é feito em homocentros de grandes hospitais basta comparecer e manifestar o seu desejo, neste momento será feito um cadastro com seus dados pessoais e uma amostra de sangue será colhida. Seus dados e o resultado do seu exame genético irão para um sofisticado sistema informatizado que cruza os dados de compatibilidade entre doadores e pacientes que precisam de transplante em todo o mundo. Se em algum momento você for compatível com algum paciente, uma equipe especializada irá entrar em contato com você por telefone.

Hoje no Brasil existem mais de 4 milhões de doadores cadastrados, entretanto grande parte destas pessoas estão com seus dados cadastrais desatualizados na plataforma do REREME, isso leva a triste realidade de pessoas que são compatíveis não serem localizadas para fazer a doação. Cada doador cadastrado gera custos ao sistema público de saúde, os gastos são relacionados a exames de compatibilidade e recursos para manter servidores de grande banco de dados operante, mediante a isso a população deve estar conscientizada de que a atualização cadastral é tão importante quanto os novos cadastros. Para realizar a atualização dos dados ou encontrar o hemocentro mais próximo para realizar o seu cadastro, basta ir ao site http://redome.inca.gov.br/doador/.

Posts por categorias
Posts mais Lidos
Voltar ao Topo